in

Bebê luta pela vida após mastigar chiclete de nicotina da mãe e ela desabafa

Tommy, um menininho de apenas 2 anos de idade, ficou entre a vida e a morte após ter comido chiclete de nicotina da sua mãe. Sophie Balint, de 23 anos, guardava os chicletes em sua gaveta, até ele os encontrar e comer.

O bebê reagiu vomitando, suando frio e desmaiando após ingerir o chiclete. A ambulância o levou para o hospital, pois o estado dele não era nada bom. Esse caso aconteceu no dia 8 de novembro, em Port Talbot, no país de Gales.

Em uma entrevista ao jornal britânico Daily Mail, Sophie contou sobre o acidente para abrir os olhos de outros pais que possam guardar o mesmo que ela em lugares acessíveis para as crianças. Ela disse: “Eu estava na casa da minha mãe fazendo uma nova decoração e meus dois meninos foram para o meu quarto, e mexendo em algumas coisas, acabaram encontrando os chicletes. Tommy achou que fosse goma de mascar normal. Ele mascou por alguns minutos e logo depois voltou para onde eu estava decorando, chorando e dizendo que estava com dor na barriga.

Logo depois, continuou: “Em menos de 10 minutos ele começou a ficar doente e depois de uns 20, caiu desmaiado no chão.

Tommy não tinha força para se mexer e então os olhos dele começaram a revirar. Graças a Deus, chamei meu vizinho socorrista, ele prestou os primeiros-socorros e chamou a ambulância.”

O pequeno fez uma série de exames assim que chegou ao hospital. “Os profissionais afirmaram que boa parte da nicotina já havia sido expelida. Ele ficou em observação por um tempo, mas depois já estava bem e podia ir para casa. Os médicos falaram que se ele tivesse comido mais de uma goma de mascar, poderia ter sofrido falência múltipla de órgãos. Passar por isso foi horrível e eu fiquei muito assustada. Meu bebê é uma muito vibrante e alegre, está sempre brincando com o seu irmão…ver ele daquele jeito partiu o meu coração”, confessou Sophie.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Linha popular de cosméticos escolhe jovem com síndrome de Down como embaixadora

Uber vai permitir que motoristas mulheres transportem apenas passageiras