Menor é acusado de estuprar filha de seu padrasto dentro de casa

Um complicado caso de estupro aconteceu em uma casa onde o menor, um jovem de 16 anos está sendo acusado pelo crime de estupro, sendo que a vítima é filha do padrasto.

A Delegacia Especializada de roubos e Furtos (Derf) está fazendo as investigações para apurar os fatos. Até onde se sabe, a assessoria da Polícia Militar informou que o jovem não mora com a família na mesma casa, ele teria ido para ficar com o pai, então dormiu na residência. Nesse mesmo dia, durante a madrugada, o menor teria abusado sexualmente da moça.

A polícia não revelou o nome dos pais nem o local em que o estupro aconteceu, apenas o corrido. É possível que a intenção das autoridades em não revelar a localidade e a identidade dos pais, para manter em sigilo s investigações.

Certamente a moça foi submetida a exame de corpo de delito e os peritos da polícia deve verificado o local em que foi cometido o crime.

Independente de saber quem é o suspeito, esse é um tema difícil e doloroso para a vítima e toda a família. Os índices de abusos sexuais estão a cada mês mais assustadores, é urgente o debate sobre como melhor amparar as vítimas, criando condições que essa violência para de acontecer.

Outro problema grave é a violência doméstica que também está assustadora. Mulheres de todas as idades e classes sociais estão sendo vítimas dentro de casa, agredidas por seus companheiros, quando deveriam estar seguras, muitas perdem a vida, outras ficam traumatizadas.

 A menina que foi violentada, que passou por essa absurda violência, precisa de muito carinho e apoio dos pais, acompanhamento psicológico e, inclusive precisa se sentir segura em casa, um local que provavelmente ela possa ter dificuldades para dormir, uma reação de defesa involuntária para se defender de novos abusos.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Marcel Mattos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

TRAGÉDIA: Caminhão bate ônibus escolar ; 3 crianças mortas muitas hospitalizadas até o momento

Pai, tio e avô são suspeitos de estuprar criança de 11 anos