Mulher grávida de 7 meses é morta e principal suspeito é o namorado

Uma mulher grávida foi encontrada morta, o registro foi feito no 1º Distrito Policial. O corpo estava no meio de um matagal da Rodovia Mogi-Salesópolis.

A polícia rodoviária foi informada de que o corpo de uma mulher estava no mato, policiais se dirigiram ao local às 11:30 do dia 24/07, quarta-feira, encontraram a mulher com um cordão em volta do pescoço, além de escoriações em várias partes. O corpo foi identificado como sendo de Mariana Ferreira Martins.

Não foi levado nenhum pertence, na bolsa da vítima estavam o celular, cartões de banco, R$ 30,00 em espécie, outros objetos e o Cartão Bolsa Família.

Um homem dizendo ser da família, irmão da mulher morta, reconheceu o corpo confirmando ser o de sua irmã. Ele contou para a polícia que a irmã estava entre o 6º e o 7º mês de gravidez, mas o namorado estava contrariado com o fato da irmã estar esperando um filho. O homem também informou que, a vítima queria acabar com o relacionamento, a última vez que ela a viu com vida foi na noite de terça-feira quando saiu de casa para se encontrar com o namorado.

As investigações estão em andamento, sendo que o principal suspeito pela morte da gestante é o namorado. Nada foi levado, o que indica não ter sido crime de roubo seguido de morte, latrocínio, indicando que não teve intenção de roubo.

Crimes contra a mulher está assustando a população, não se sabe ainda de fato quem foi o autor do crime, a polícia vai descobrir, mas os índices de feminicídio estão alarmantes em todas as regiões do país e no mundo. Quando o companheiro parecer muito agressivo, ou contrariado com a relação é preciso pedir ajuda. Infelizmente todos os dias mulheres são assassinadas por seus namorados, noivos, maridos e companheiros, é uma tragédia.

Meionorte


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Marcel Mattos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mulher é atendida por 40 médicos em um parto histórico que acontece a cada 480 anos. Veja:

Médica é presa após tentar matar a atual mulher do ex-marido no RJ