Vira-lata ganha a web em vídeo de destruição do quarto da dona: ‘Adotei cachorro e cresceu dinossauro’

Chico, um vira-lata de porte médio, virou um dos assuntos mais comentados na internet, depois que destruiu o quarto de sua tutora, e teve a reação mais fofa ao ser flagrado dormindo no meio de sua “obra”.

O cão tem oito meses, e mora em Bauru com a família e o outro cachorro, o “Luke”.

Patrícia Rodrigues Barros, de 48 anos, autora do vídeo, explicou que os dois ficam no quintal de casa durante o dia, e dormem dentro de casa à noite, mas naquele dia ela foi ao cinema e passou pouco mais de duas horas fora, e deixou os dois em casa, e quando voltou se deparou com a cena.

“Fiquei chocada, quase enfartei. Fiz o vídeo, coloquei toda a espuma para conseguir dormir e no outro dia comprei um protetor de colchão”, diz.

Ela disse que apesar de ter dito que se livraria dele, era apenas uma brincadeira e que não vive mais sem ele.

“Estou tipo marido que não quer encarar a mulher e fica no bar e não quer ir para a casa. Neste caso eu sou o marido e o Chico é a mulher. Adotei cachorro e cresceu dinossauro”, brinca.

Ela contou que quando foi adotá-lo, achou que ele seria calmo.

“Tinha uns trinta cachorros que pareciam loucos. Acredite, ele era o único, no cantinho, com carinha de dó. Eu mal sabia que estava se passando de vítima. Pegamos um cão e virou um furacão, mas carinhoso”, diz.

Agora, o cão virou um ‘’dog-influencer”, e já tem sua conta no Instagram, “Chico Bala e Luke”, já tem mais de 103 mil seguidores e é um fenômeno na internet.

A família ganhou de uma empresa um colchão novo, e também caminhas novas e bem resistentes para Chico e Luke.

Uma terapeuta canina também visitou a casa e deu dicas para Patrícia sobre como educar o ‘meliante’.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Marcel Mattos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Doença rara mata jovem logo após o parto; família pede ajuda

Explosão em apartamento: ‘A vida da gente não tem mais sentido’, diz mãe de vítima